Archive for junho, 2007

Há algum tempo atrás, li um poema no perfil do Orkut de uma amiga minha e amei aquelas frases que agora não lembro. Achei que ela estava dando vazão ao seu lado poético mas não, ela me apresentou, sem querer, Florbela Espanca.A dor, a alma, os sentimento tão bem retratados naqueles versos. Eles me acertaram […]


O caso cotas

28jun07

A primeira palavra que me veio à mente foi absurdo. E tantas outras expressões referentes à indignação que eu estava (e estou sentindo) foram surgindo na minha mente. Confesso que só entendi minha desilusão com a sociedade quando eu vi com meus próprios olhos as imagens de pichações nos muros da UFRGS.Há vários pontos para […]


e a entrada para a História? Apenas na opinião de Bush. Nunca simpatizei com Tony Blair, por mais que ele estivesse próximo da Rainha, figura por quem eu não tenho nada contra. Eu sempre achei que todas as críticas destinadas ao Bush deveriam ser também destinadas ao premier. Bom, agora ele deixa o parlamento inglês […]


”Orgulhosos, francos e independentes, estão sujeitos a levar porrada. Em geral, os agressores são do mesmo signo, orgulhosos, francos e independentes. Não são confiáveis para grandes empreendimentos, pois não têm perseverança. Na épocadas caravelas, jamais chegaram aos Açores, quanto mais a contornar o Cabo das Tormentas. Não por medo, m,as porque se entediavam logo após […]


OS INDIFERENTES

04jun07

Odeio os indiferentes. Como Friederich Hebbel, acredito que “viver significa tomar partido”. Não podem existir os apenas homens, estranhos à cidade. Quem verdadeiramente vive não pode deixar de ser cidadão e partidário. Indiferença é abulia, parasitismo, covardia, não é vida. Por isso odeio os indiferentes.A indiferença é o peso morto da história. É a bala […]