Uma fotografia faz falta

25mar08

Se você tem uma digital, ande com ela quando você foi sair de casa. Eu não tinha nada que pudesse fotografar a cena ótima. Ótima não, triste se nao fosse cômica. Esperando o ônibus, na Osvaldo, para ir ao trabalho, vejo uma cena incomum. Não que não seja incomum ver ônibus caindo aos pedaços em Porto Alegre, já adiantando a assunto, mas hoje foi o cúmulo. Linha Petrópolis/Sesc (Amanda,tu não estavas nesse ônibus, estavas?). O ônibus era aqueles que mais antigo impossível. E pendia para o lado direito. Direito pra quem como eu estava olhando na direção oposta. Mas, enfim, achei que era ilusão ver aquilo, mas não. Ele parou na minha frente e constatei a barbaridade. Até achei que ele ia parar, chamar um reforço, estragou. Geente, ele estava pendendo para um lado. Viu como se tivesse uma foto aqui daria pra entender? Sério. Mas, utizando uma lógica, deduzimos que: o sol (forte para uma semana de falso outono) refletia muito forte na fanela. Pronto! todos os passageiros estavam sentados num mesmo lado fazendo com que o peso levantasse o outro lado do coletivo. É, agora sim se eu tivesse que ter pego aquela linha eu ia entrar sem problemas.

P.S: em frente ao Paço Municipal, exposição em comemoração aos 236 anos da nossa Capital.
Vi hoje e recomendo. Aqui sim, muitas fotografias!!

Anúncios


8 Responses to “Uma fotografia faz falta”

  1. 1 nandaetges

    desde pequena sempre quis que meus olhos tirassem fotografias. é algo absurdo, mas seria uma grande invensão. assim ngm mais perderia grandes fotos por estar sem câmera em mãos. beijo!

  2. 2 Luana Fuentefria

    É uma incoerência esse Brasil
    Tanta peculiaridade pra se fotografar e não podemos andar com nossas câmeras. Que coisa…

  3. 3 Amanda S.

    AAAIII!!

    Eu ia fazer um post parecido! Não sobre ônibus tortos (não estava nesse ônibus não, até porque eu sempre sento do lado vazio – no Sol, hehe), sobre a necessidade de uma câmera fotográfica na bolsa 24/7.

    Ontem tava vindo pro trabalho, na esquina duma rua cujo nome eu não sei (a da pracinha aqui da frente, you know?) com a Riachuelo tinha uma garagem, na porta da garagem, afixada uma folha de ofício com o seguinte escrito a caneta:

    FAVOR NÃO URINAR NA PORTA.

    Adorei ahahaha
    Pretendo fotografar aquilo, problema é que não é muito inteligente passear com a minha câmera por aí.

    Outra cena que vi hoje: um MENDIGO na José do Patrocínio, com uma camiseta daquelas

    I ♥
    NY

    Achei demais.

    =*

  4. 4 Eliane!

    Sério. Não quis comentar sobre a insegurança de se andar nas ruas com esses equipamentos digitais, alvo preferido dos batedores de plantão. Mas realemente Luana, é uma incoerência.

    Amanda, juro que pensei em ti naquela hora.

  5. 5 Samir Oliveira

    Muitas vezes uma câmera na mão faz uma falta enorme. Mas gosto de pensar que, privados do privilégio de andar por aí com uma cybershot no bolso, somos forçados a exercitar ainda mais nossa memória.

  6. 6 Thales Barreto

    Hj vi um bilhetinho num poste e deu vontade de fotografar. Era, no mínimo, curioso. acabei postando sobre o assunto e citando esse post… Bjs… 😉

  7. 7 Amanda S.

    somos forçados a exercitar ainda mais nossa memória.

    Não sei quem é Samir, mas ele é, sem dúvida, a pessoa mais otimista do universo, hahaha

    =]

  8. 8 Tiago Medina

    É que tu não viu o ônibus que eu peguei pra ir pro Rosa. Em quatro horas, ele conseguiu furar o pneu e fundir o motor;..

    beijão


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: